domingo, 16 de outubro de 2011

Momento Saúde: Giardíase, o que é?


    Considerado hoje um dos principais parasitas do homem, principalmente em países em desenvolvimento, a Giardia lamblia é causadora da giardíase, doença esta que é uma das causas mais comuns de diarreia em crianças.

    Esta enfermidade é encontrada em todo o mundo, principalmente em crianças de 8 meses à 12 anos de idade, pois estas tem o costume de levar a mão para a boca com frequência o que aumenta os riscos de contaminação. No Brasil a giardíase tem uma prevalência de 4 a 30%; ela é muito comum em regiões tropicais e subtropicais.

    A contaminação do homem se dá pela ingestão de cistos dos parasitos já maduros, e a transmissão por meio da ingestão de água sem ou com pouco tratamento, alimentos contaminados (ingeridos crus ou mal lavados); pode ser de pessoa pra pessoa por meio de mãos contaminadas, quando se tem contato com uma pessoa da família que tem giardíase, essas são as principais formas de transmissão.

    É preciso ficar atento aos sintomas da doença, mas para diagnosticá-la é necessário que seja feito o exame de fezes no paciente a fim de identificar a presença do parasito. A giardíase tanto pode se apresentar de forma assintomática (sem sintomas) quanto sintomática (com sintomas), isso depende muito de fatores associados ao parasito. 

   Entre os sintomas estão: diarreia aguda e autolimitante, ou diarreia persistente, sendo evidente a má-absorção de nutrientes e perda de peso. A doença pode afetar tanto crianças quanto adultos, em crianças é mais comum perda de apetite, esteatorreia (eliminação de gordura nas fezes) e emagrecimento. A giardíase crônica provoca principalmente complicações provenientes da má-absorção de gorduras e algumas vitaminas (A,D,E e K), além da vitamina B12, do ferro, da xilose e da lactose.

    A giardíase pode ser apenas uma diarreia, mas também a deficiência nutricional poder causar danos severos a saúde da criança. A melhor maneira de evitar é prevenindo, ingerindo alimentos bem lavados e bem cozidos, tendo uma higiene pessoal adequada e também evitar consumir água mal tratada. É importante também o tratamento precoce do doente por meio de medicamentos, e procurar diagnosticar a fonte de infecção para tratá-la.
     
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei.

Número Total de Visitas

Siga por E-mail

Translate

As Mais Vistas da Semana

Sintraf - Sairé

Arquivo do blog

Todos os Direitos Reservados à Washington Carvalho e Grupo UEEPAA de Comunicação. Tecnologia do Blogger.
uery.min.js' type='text/javascript'/>