terça-feira, 8 de novembro de 2011

Ahmadinejad: Irã não precisa de bomba para manter EUA longe


politicalivre.com.br

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, disse nesta terça-feira que seu governo não precisa de armas atômicas para manter os Estados Unidos longe das riquezas do país e que continuará com seu programa atômico pacífico, em declarações divulgadas pelas TVs públicas iranianas. "Se os EUA cumprirem suas ameaças militares terão uma resposta arrasadora e se arrependerão", declarou Ahmadinejad, que condenou os esforços de Washington em "saquear" outros países, além do Irã.
Em uma reunião sobre a leitura do Alcorão nesta terça em Teerã, Ahmadinejad detalhou que o Irã tem um orçamento anual de US$ 250 milhões para pesquisa nuclear, a que garante ter somente objetivos pacíficos e civis. O presidente acusou o governo americano de possuir 5 mil bombas nucleares e de usar US$ 81 bilhões de orçamento extraordinário para aumentar seu arsenal nuclear em 2011. "É mais de 300 vezes o orçamento da pesquisa nuclear iraniano", afirmou.
"Os países que produzem e acumulam bombas atômicas são os perigosos e não a República Islâmica do Irã", afirmou o governante iraniano em referência, além dos EUA a Israel, que organismos internacionais de estudos militares dizem ter arsenal não declarado de 300 bombas atômicas. Segundo Ahmadinejad, o Irã não vai abandonar seus objetivos nacionais de desenvolver energia atômica para fins civis "por causa de pressões externas, e indicou que os EUA voltaram a dizer que desejam uma mudança na relação entre os dois países para se aproximar de Teerã, "mas continuam mantendo a política equivocada" de confronto.
Ahmadinejad citou a Primavera Árabe, chamada de "despertar islâmico" pelo regime de Teerã, que em sua opinião, se inspirou na Revolução Islâmica do Irã de 1979, além dos protestos dos manifestantes no Ocidente e acrescentou: "as nações despertaram e agora se opõem a Washington". O presidente criticou ainda o trabalho da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) e acusou seu diretor-geral, Yukiya Amano, de agir fora de sua jurisdição e violar as normas do órgão dependente da ONU ao "repetir as palavras ditadas por Washington".
As declarações de Ahmadinejad ocorrem às vésperas da publicação de um relatório da AIEA que, de acordo com a imprensa internacional, aponta que o Irã fabrica armas nucleares. O relatório admite não ter provas de que o Irã tenha tomado a decisão de começar a construir bombas atômicas, apesar de diversas autoridades de Israel e dos EUA considerarem a possibilidade de um ataque militar às instalações nucleares iranianas.
Fonte: Noticias.terra.com.br
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei.

Número Total de Visitas

Siga por E-mail

Translate

As Mais Vistas da Semana

Sintraf - Sairé

Arquivo do blog

Todos os Direitos Reservados à Washington Carvalho e Grupo UEEPAA de Comunicação. Tecnologia do Blogger.
uery.min.js' type='text/javascript'/>