sábado, 21 de janeiro de 2012

Suplemento alimentar: cuidado na hora de ingerir!


      É cada vez maior nos dias atuais a busca pelo 'corpo perfeito', principalmente entre os jovens. As pessoas entram em academias e muitas esperam por um resultado 'mágico' o que não é bem assim. Estudos apontam que é necessária uma prática de 6 meses de atividade física correta e alimentação adequada para bons resultados visíveis.

      Paralelamente à prática de exercícios tem aumentado também a procura por suplementos alimentares, contudo é de fundamental importância que estes sejam ingeridos sob orientação de um profissional qualificado. Tomar suplementos sem nenhuma orientação é pôr em risco sua saúde. No caso do suplemento vitamínico por exemplo, estudos apontam que as vitaminas C e E previnem as lesões celulares, mas não aumentam a capacidade aeróbica, assim como as vitaminas do complexo B que também não aumentam essa capacidade. As vitaminas ingeridas em excesso são posteriormente eliminadas pela urina, as vitaminas A, D, E e K se acumulam com mais facilidade nos tecidos corporais e podem trazer, em excesso, problemas ás vezes mais sérios que aqueles observados na sua ausência.

      No caso da proteínas os praticantes de atividade física devem ingerir uma quantidade diária desse nutriente maior que os sedentários, uma vez que a quebra de proteínas pelo organismo para gerar energia é maior em indivíduos não-sedentários. O organismo utiliza uma certa quantidade de proteínas por dia para repor suas necessidades; exercícios aeróbicos (indicados para perca de peso) requerem 1,2g de proteínas por quilo de peso corporal, enquanto os anaeróbicos (indicados para ganho de massa muscular) exigem até 1,8g de proteínas por quilo de peso corporal.


Na maioria das vezes os suplementos proteicos são de origem animal, provenientes do leite ou ovo, elevando o preço do produto. Uma ingestão maior que a quantia necessária deste nutriente passa para os rins e é eliminada pela urina ou também pode ser armazenada na forma de gordura. Logo, o aumento da massa muscular esta relacionado com exercícios físicos localizados e não com a ingestão em excesso de proteínas, sem contar que há evidências que esse consumo excessivo diário pode danificar os rins, já que este órgão ficaria sobrecarregado para eliminação de ureia e 'trabalharia' acima de sua capacidade, acarretando em problemas renais ao longo do tempo.

      É preciso ter cuidado ao ingerir suplementos alimentares seja ele vitamínico, proteico ou qualquer outro, pois estes consumidos de forma errônea são prejudiciais a saúde, além do consumidor esta perdendo tempo e dinheiro. Uma dieta balanceada e bem distribuída tem fundamental importância na busca pelo corpo ideal, cada pessoa tem metabolismo e hábitos alimentares diferenciados, daí a importância do profissional qualificado para orientação.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

2 comentários:

  1. gostei muito .muito intereçante . parabéns pela mtéria !!

    ResponderExcluir
  2. Tem muita gente que acha q vai tomar um suplemento e vai aumentar os músculos rapidamente... muito boa a matéria.

    ResponderExcluir

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei.

Número Total de Visitas

Siga por E-mail

Translate

As Mais Vistas da Semana

Sintraf - Sairé

Arquivo do blog

Todos os Direitos Reservados à Washington Carvalho e Grupo UEEPAA de Comunicação. Tecnologia do Blogger.
uery.min.js' type='text/javascript'/>