quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Marchinhas que satirizavam os políticos desapareceram por completo do carnaval de Pernambuco


O “carnaval multicultural” de Pernambuco abriu espaço, este ano, para Lulu SantosFafá de BelémLenine eBanda Calypso. Mas não teve as tradicionais marchinhas que tanto mexeram com os políticos nas décadas de 40, 50, 60 e 70.
Temas como “mensalão” e “ficha suja” dariam excelentes músicas para serem tocadas no carnaval. Mas ninguém se interessou por eles porque as rádios não tocam mais.
A exceção para confirmar a regra ocorreu em Belo Horizonte, onde houve concurso para a seleção de marchinhas.
Lá, ironizou-se o prefeito Márcio Lacerda (PSB), aliado do governador Eduardo Campos, por ter imposto uma série de regras para que houvesse carnaval na tradicional Praça da Estação, fato que desagradou aos foliões.
A música “Marcha da Estação” diz o seguinte: “Começa com EME (Márcio) e termina com ERDA (Lacerda), adivinha quem é que é?”.
Fonte: Blog de Inaldo Sampaio
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei.

Número Total de Visitas

Siga por E-mail

Translate

As Mais Vistas da Semana

Sintraf - Sairé

Arquivo do blog

Todos os Direitos Reservados à Washington Carvalho e Grupo UEEPAA de Comunicação. Tecnologia do Blogger.
uery.min.js' type='text/javascript'/>