quinta-feira, 5 de abril de 2012

Opinião aponta empate em Caruaru: Queiroz 35% e Miriam 34%






Faltando sete meses para as eleições, o cenário da sucessão municipal em Caruaru, maior colégio eleitoral do Interior, aponta para uma disputa acirrada entre o prefeito José Queiroz (PDT), que tentará a reeleição, e a ex-deputada Miriam Lacerda (DEM). Pesquisa do Instituto Opinião, contratada exclusivamente por este blog, mostra um empate técnico entre os dois postulantes. Queiroz aparece com 35% e Miriam 34,1%. A margem de erro é 4%.
O candidato do PSDB, Diogo Cantarelli, recebeu 3,8% das indicações; Rivaldo Soares (PMDB) 3,2%; Licius Cavalcanti (PCdoB) 1,2%; Fábio do PSOL 0,3% e Marcelo Rodrigues (PV) 0,3%. Brancos e nulos somam 9,3% e os indecisos estão na faixa dos 12,8%. Foram aplicados 601 questionários na cidade de Caruaru e nas comunidades rurais de Cachoeira Seca, Juá, Lajes, Murici, Rafael e Terra Vermelha, entre os dias 31 de março e 1 de abril.
A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o protocolo de número PE-00011/2012. Na pesquisa espontânea, modelo pelo qual o entrevistado é forçado a lembrar do nome do candidato sem o auxílio do cartão, o prefeito lidera com 22,6% contra 14,3% de Miriam. Foram citados, ainda, Tony Gel (DEM) por 2,5% dos entrevistados e mais os seguintes nomes abaixo:
Rivaldo Soares com 1%, Diogo Cantarelli 0,7%, Licius Cavalcanti 0,5%, Raquel Lyra 0,3%, João Lyra 0,2%, Marcelo Rodrigues 0,2% e Romildo Arruda 0,2%. Nesta modalidade, os indecisos sobem para 52%.
Entre os entrevistados, José Queiroz aparece melhor situado entre os eleitores do sexo masculino (36,5% contra 33,8% de Miriam), na faixa etária acima de 60 anos (41,9% a 32,7%), entre os que têm curso médio (37% a 31%), nos que cursam ensino superior (47,6% a 25,4%) e, por fim, entre os que ganham entre três a cinco salários mínimos.
Já Miriam aparece melhor situada entre os jovens (40,4% contra 34,5% de Queiroz), entre os eleitores com grau de instrução até a quarta série (40% a 29,3%), da quinta série a oitava série (38,8% a 31%) e entre os que ganham até um salário mínimo (39,5% a 25,3%).


METODOLOGIA – A pesquisa foi feita com base na técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. Foram realizadas entrevistas pessoais e domiciliares. As entrevistas foram realizadas por duas equipes de entrevistadores, devidamente treinados, para abordagem desse tipo de público, supervisionadas pelos coordenadores de campo da Opinião.

Agrestina pode Mais com base no Blog do Magno Martins

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei.

Número Total de Visitas

Siga por E-mail

Translate

As Mais Vistas da Semana

Sintraf - Sairé

Arquivo do blog

Todos os Direitos Reservados à Washington Carvalho e Grupo UEEPAA de Comunicação. Tecnologia do Blogger.
uery.min.js' type='text/javascript'/>