sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

EM PARCERIA COM A AASA PREFEITURA DE SAIRÉ REALIZA O NATAL DAS CRIANÇAS



A Prefeitura de Sairé em parceria com a AASA (Associação Amigos de Sairé) realizou no último dia (22) o natal das crianças, a programação contou com distribuição de brinquedos, parque infantil gratuito, brincadeiras e a presença marcante do Papai Noel, entre outras.

Centenas de crianças da zona rural e urbana estiveram presentes.

Via-se nos pequenos Saireenses um semblante de alegria, descontração, diversão e satisfação.

“ Fazer as crianças do nosso município felizes é um dos propósitos da nova administração, o natal é tempo de confraternização por isto estamos proporcionando aos nossos pequeninos a alegria da noite em que Deus se fez menino”, concluiu o Prefeito Fernando Pergentino.

SEGUNDA NOITE DE COMEMORAÇÃO DO CINQUENTENÁRIO DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DE SAIRÉ



A Prefeitura de Sairé realizou no último dia (21) a segunda noite dos eventos alusivos a passagem do cinquentenário de emancipação política do município. Neste dia, às 20h foi realizado um culto de ação de graças, com as igrejas protestantes, conduzido pelo Pastor José Luiz do Nascimento, da Igreja Assembleia de Deus.   
Foi um momento muito importante para as comemorações do cinquentenário e consequentemente para a nossa história.
Eugenio, membro da Igreja da Assembleia de Deus, leu um relatório de toda a trajetória do protestantismo no município , das dificuldades e avanços e do compromisso em levar a palavra de Deus para todos.
O Prefeito, Fernando Pergentino, saudou a todos os presentes, agradeceu a presença de todos e reconheceu a importância dos evangélicos na construção da história no município.
Fonte: Assessoria de Imprensa

Confirmado: Santa Cruz fará pré-temporada em Sairé


Vica e o Santa Cruz treinarão em Sairé

Enquanto busca reforçar o elenco, o Santa Cruz define os detalhes da preparação para o próximo ano. A cidade de Sairé foi a escolhida para abrigar os atletas corais durante a pré-temporada. A escolha não chega a ser uma novidade: foi em Sairé que os jogadores do clube se concentraram durante as fases decisivas da Série C deste ano.

Constantino Junior, diretor de futebol do Santa, afirmou que está otimista com a escolha.

‘’Vamos repetir o protocolo. Devemos nos preparar em Sairé. A cidade tem um clima muito bom. Fizemos nossa preparação anterior lá e foi bastante proveitoso’’, disse o diretor, que lembrou ainda da importância de sair da rotina durante as fases de preparação.

"Sair da rotina é interessante. Jogadores e comissão técnica respiram ares diferentes, isso é positivo",  comentou Constantino.

Fonte: Esporte Interativo

Nota do Editor: Vale lembrar ainda que Sairé foi uma terra quer deu muita sorte para o Santa, pois nesta última temporada eles também realizaram a pré-temporada na Terra da Laranja e o resultado foi que ganharam todos os campeonatos disputados ao longo do ano.

Oitocentas crianças participaram da Formatura do PROERD em Camocim


Oitocentas crianças participaram da Formatura do PROERD em Camocim!

Camocim de São Félix realizou na ultima quarta-feira (18) a formatura do PROERD – Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência.
“O Programa consiste em uma ação conjunta entre as Policias Militares, Escolas e Famílias, no sentido de prevenir o abuso de drogas e a violência entre estudantes, bem como ajudá-los a reconhecer as pressões e as influências diárias que contribuem ao uso de drogas e à prática de violência, desenvolvendo habilidades para resisti-las”
Em uma grande parceria entre a Polícia Militar de Pernambuco, a Prefeitura Municipal de Camocim de São Félix e a Secretaria Municipal de Educação e Cultura, oitocentos e três estudantes de quatro escolas do município participaram da cerimônia de formatura que aconteceu no Clube União. Um momento de alegria, descontração e muita música. Os estudantes dançaram e cantaram animados pelo Sd. José.
IMG_3645IMG_3646IMG_3707IMG_3717








Estiveram presentes na ocasião o Prefeito Uilson de Moura França, as instrutoras da Policia Militar Madalena, Sd. Viviane Trajano, Kilza e Roberto Lima, o Capitão Adriel Serafim, diversas autoridades locais, profissionais da Educação municipal e pais.
Sd. J. Mendes, Vereadora Mailde de Teté, Capitão Adriel Serafim, Prefeito Uilson de Teté e Sd. Edvaldo.
Sd. J. Mendes, Vereadora Mailde de Teté, Capitão Adriel Serafim, Prefeito Uilson de Teté e Sd. Edvaldo.

Os estudantes pronunciaram o juramento e prometeram ficar longe das drogas e não praticar a violência.
Os estudantes pronunciaram o juramento e prometeram ficar longe das drogas e não praticar a violência
Quatro estudantes receberam medalhas por terem se destacado na produção de redações sobre os conhecimentos adquiridos durante todo o curso. Os estudantes também homenagearam os instrutores, a secretária municipal de Educação Mercês Barros e o Prefeito Uilson de Teté pela iniciativa e comprometimento com a instituição do programa na cidade.
Fonte: Prefeitura de Camocim

PRIMEIRA NOITE DE COMEMORAÇÃO DO CINQUENTENÁRIO DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DE SAIRÉ



A Prefeitura de Sairé realizou no último dia (20) a abertura dos eventos alusivos a passagem do cinquentenário de emancipação política do município. As comemorações começaram às 18h com uma exposição fotográfica cujo tema foi “memórias e histórias de Sairé”. Foram apresentadas, na Praça São Miguel, fotografias que enalteciam as belezas naturais da Terra da Laranja, como também fotos de casarões que marcaram os ciclos da cana-de-açúcar e do café no município de sairé.

Já às 20h as comemorações ficaram por conta da Igreja Católica que realizou uma missa em ação de graças, com o pároco local Antonio Quirino, Pe. Ivemar, Pe. Miguel, Pe. Adriano, Don. Bernardino Marchió, bispo da Diocese de Caruaru, autoridades locais entre outros.

Além disso, o Prefeito, Fernando Pergentino e os Padres realizaram o corte do bolo simbólico do cinquentenário na Praça São Miguel, em seguida o Coral composto por idosos do Centro de Convivência apresentou músicas natalinas no centro da cidade.

Este evento contou com a participação de vários segmentos da sociedade. “Momentos como este faz com que a população de Sairé tenha um novo sentimento de pertencimento e orgulho de ser da Terra da Laranja”, enfatizou o Prefeito.

Fonte: Assessoria de Imprensa

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Reginaldo Rossi morre aos 69 anos de câncer no pulmão



O cantor e compositor Reginaldo Rossi morreu às 9h40 desta sexta-feira (20), aos 69 anos, de falência múltipla de órgãos. Conhecido como o "Rei do Brega" e autor do sucesso “Garçom”, ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Memorial São José, na área central do Recife, desde o dia 27 de novembro, para tratar um câncer no pulmão direito. 

O velório será realizado na tarde desta sexta-feira, no plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco, na Rua da Aurora, bairro da Boa Vista, área central do Recife. O local do enterro ainda não foi divulgado.

Na porta do hospital, o movimento de fãs foi intenso após o anúncio da morte do cantor. O prefeito do Recife, Geraldo Julio, e o governador Eduardo Campos decretaram três dias de luto oficial.

Durante o tempo em que ficou internado, Reginaldo Rossi foi submetido a uma cirurgia para retirada de um nódulo na axila direita. A biópsia confirmou o diagnóstico de câncer. Ele também passou por um procedimento chamado toracocentese, para drenar líquido acumulado entre a pleura e o pulmão.

Rei do Brega
O artista ganhou o título de “Rei do Brega” graças a músicas como “Garçom”, que falam de amor e traições. Compositor de linguagem popular, ele também é autor de sucessos como "A raposa e as uvas", "Leviana" e "Recife minha cidade". Ele dizia que foi o primeiro na cidade  a usar calça sem pregas. "Passava na rua e os caras gritavam: 'Wanderléa! Olha a Wanderléa!' E depois todo mundo usava", contou certa vez.

Apesar do jeito extrovertido nas entrevistas e apresentações, se dizia avesso à fama. "Eu sou muito tímido. Essa coisa que eu faço, que requebro no palco, canto 'Garçom', o corno e tudo mais, é para enganar minha timidez", afirmou recentemente em entrevista ao programa Bom Dia Pernambuco.

Nascido no Recife, em 1944, Reginaldo Rodrigues dos Santos começou a carreira na esteira da Jovem Guarda, na década de 1960, imitando Roberto Carlos. Antes, estudou engenharia civil e chegou a dar aulas de matemática. Ele faria 70 anos em fevereiro.

Quando trocou a sala de aula pelos palcos, optou por cantar rock no Nordeste e comandou o grupo The Silver Jets. Em 1966, lançou seu primeiro LP, "O pão". Somente em 1970, pela gravadora CBS, estreou em disco, com o LP "À procura de você", afastando-se do rock e passando a apresentar um repertório brega-romântico, do qual se tornou ícone.
Entre seus maiores sucessos estão, além de “Garçom” (1967), "A raposa e as uvas", "Em plena lua de mel" e "Leviana". Ele continuava fazendo shows pelo Brasil, apresentando o mais recente álbum, “Cabaret do Rossi”. Nos dias 21 e 22 de novembro, tocou no Manhattan Café Teatro, na capital pernambucana.

Tributo
Diversos músicos lançaram no ano 2000 um tributo ao artista, intitulado "ReiGinaldo Rossi". O disco tinha releituras de canções de Rossi cantadas por artistas como Lenine, Zé Ramalho, Geraldo Azevedo, Eddie, Dolores, Paulo Francis, Querosene Jacaré, Comadre Fulozinha, Stela Campos, Via Sat, Devotos, Otto e Mundo Livre S/A. O cantor pernambucano Silvério Pessoa, por exemplo, criou uma banda, a Sir Rossi, que dá novas roupagens às canções do artista.

Rossi dizia que só no Brasil é que existe essa história de brega e chique. “Os cantores no mundo todo querem fazer sucesso. As letras são as mais simples possíveis, as harmonias [também]”, comparou. “Claro, existem eruditos para uma pequena classe. No Brasil, em que o povo em geral não teve acesso à educação musical mais refinada, isso é válido: tem que ter Chico [Buarque], Gal [Costa], Caetano [Veloso], e tem que ter Amado Batista, Zezo dos Teclados, Faringes da Paixão e Reginaldo Rossi".

G1

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

O QUE É O NATAL?


Eu, menino, sentado na calçada, sob um sol escaldante, observava a movimentação das  pessoas em volta, e tentava compreender o que estava acontecendo.

Que é o Natal? Perguntava-me, em silêncio.

Eu, menino, ouvira falar que aquele era o dia em que Papai Noel, em seu trenó puxado por 
renas, cruzava os céus distribuindo brinquedos a todas as crianças.

E por que então, eu, que passo a madrugada ao relento nunca vi o trenó voador? Onde 
estão os meus presentes? Perguntava-me.

E eu, menino, imaginava que o Natal não deveria ser isso.

Talvez fosse um dia especial, em que as pessoas abraçassem seus familiares e fossem mais 
amigas umas das outras.

Ou talvez fosse o dia da fraternidade e do perdão.

Mas então por que eu, sentado no meio-fio, não recebo sequer um sorriso? Perguntava-me, 
com tristeza e por que a polícia trabalha no Natal?

E eu, menino, entendia que não devia ser assim...

Imaginava que talvez o Natal fosse um dia mágico porque as pessoas enchem as igrejas em 
busca de Deus.

Mas por que, então, não saem de lá melhores do que entraram?

Debatia-me, na ânsia de compreender essa ocasião diferente.

Via risos, mas eram gargalhadas que escondiam  tanta tristeza e ódio, tanta amargura e 
sofrimento...

E eu, menino, mergulhado em tão profundas reflexões, vi aproximar-se um homem...

Era um belo homem...

Não era gordo nem magro, nem alto nem baixo, nem branco, nem preto, nem pardo, nem 
amarelo ou vermelho.

Era apenas um homem com olhos cor de ternura e um sorriso em forma de carinho que, numa voz em tom de afago, saudou-me:

Olá, menino!

Oi!... respondi, meio tímido.

E, com grande admiração, vi-o acomodar-se a meu lado, na calçada, sob o sol escaldante.

Eu, menino, aceitei-o como amigo, num olhar. E atirei-lhe a pergunta que me inquietava e 
entristecia:

Que é o Natal?

Ele, sorrindo ainda mais, respondeu-me, sereno:

Meu aniversário.

Como assim? Perguntei, percebendo que ele estava sozinho.

Por que você não está em casa? Onde estão os seus familiares?

E ele me disse: Esta é a minha família, apontando para aquelas pessoas que andavam 
apressadas.

E eu, menino, não compreendi.

Você também faz parte da minha família... 

Acrescentou, aumentando a confusão na minha 
cabeça de menino.

Não conheço você! - eu disse.

É porque nunca lhe falaram de mim. Mas eu o conheço. E o amo...

Tremi de emoção com aquelas palavras, na minha fragilidade de menino.

Você deve estar triste, comentei. Porque está sozinho, justo no dia do próprio aniversário...

Neste momento, estou com você - respondeu-me, com um sorriso.

E conversamos...uma conversa de poucas palavras, muito silêncio, muitos olhares e um 
grande sentimento, naquela prece que fazia arder o coração e a própria alma.

A noite chegou... E as primeiras estrelas surgiram no céu.

E conversamos... Eu, menino, e ele.

E ele me falava, e eu O entendia. E eu O sentia. E eu O amava...

Eu, menino: sou as cordas. Ele: o artista. E entre nós dois se fez a melodia!...

E eu, menino, sorri...

Quando a madrugada chegou e, enquanto piscavam as luzes que iluminavam as casas, Ele se 
ergueu e eu adivinhei que era a despedida. E eu suspirava, de alma renovada.


Abracei-O pela cintura, e lhe disse: Feliz aniversário!

Ele ergueu-me no ar, com Seus braços fortes, tão fortes quanto a paz, e disse-me:

Presenteie-me compartilhando este abraço com a minha família, que também é sua... 

Ame-os com respeito. Respeite-os com ternura, com carinho e amizade. E tenha um feliz 
Natal!

E porque eu não queria vê-lo ir-se embora, saí correndo em disparada pela rua. 

Abandonei-O, levando-O para sempre no mais íntimo do coração...

E saí em busca de braços que aceitassem os meus...

E eu, menino, nunca mais O vi. Mas fiquei com a certeza de que Ele sempre está comigo, e 
não apenas nas noites de Natal...

E eu, menino, sorri... pois agora eu sei que Ele é Jesus... E é por causa Dele que 
existe o Natal.

Texto: Sérgio Vieira

Com base em texto de Fábio Azamor, da cidade 
de Rio Bonito-RJ. 

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Reflexão: O PODER DA DETERMINAÇÃO


Glenn Cunningham

O garoto era o encarregado de chegar mais cedo, todos os dias, e acender o carvão no antiquado fogão, a fim de aquecer a sala antes da chegada da professora e dos colegas.

Era uma escola rural e todos os dias, o menino atendia à sua obrigação.

Certa manhã, quando chegaram a professora e os meninos, a escola estava em chamas. O garoto foi retirado, inconsciente do prédio. Mais morto do que vivo.

Toda a parte inferior de seu corpo estava tomada por queimaduras sérias.

De sua cama, pôde ouvir o médico dizendo para sua mãe que ele não tinha chances de viver. Segundo o médico, morrer seria uma bênção para o pequeno, pois o fogo tinha arrasado toda a parte inferior do seu corpo.

Mas o corajoso menino decidiu que iria viver. Tanto lutou que sobreviveu.

Então, outra vez, ele ouviu o mesmo médico dizendo para sua mãe que ele estava condenado a viver como um inválido. Seus membros inferiores estavam inutilizados.

De novo, o garoto tomou uma decisão: ele voltaria a andar, não importa o que custasse. Infelizmente, da cintura para baixo, ele não tinha controle motor. As suas pernas finas estavam ali penduradas, mas inúteis.

Quando recebeu alta do hospital, sua mãe o levou para casa. Todos os dias massageava as suas pernas. Mas ele não sentia nada.

Nem sensação, nem controle, nada. Contudo, não desistia. Ele queria voltar a andar.

Certo dia, a mãe o colocou na cadeira de rodas, e o levou para o quintal, para tomar sol.

Ele ficou ali, olhando a cerca, a poucos metros. Então, se jogou no chão e se arrastou pela grama, até a cerca. Com esforço imenso agarrou-se à cerca e se levantou. Começou a se arrastar, estaca após estaca, ao redor do quintal. Estava decidido a andar. Fez isso em todos os outros dias, até ter aplainado um caminho junto à cerca. Ele queria andar. E andaria. Daria vida outra vez àquelas pernas. Por fim, depois de massagens diárias e muita determinação, ele conseguiu a habilidade de ficar de pé, depois dar uns passos, embora vacilantes. Finalmente, caminhar. Depois, correr.

Começou andando até a escola. Depois, decidiu que chegaria correndo. Pelo simples prazer de correr.

Muitos anos depois, na faculdade, ele entrou para a equipe de atletismo.

Mais tarde, esse jovem que ninguém esperava que sobrevivesse, que diziam jamais voltaria a andar, muito menos correr, bateu o recorde mundial de velocidade em uma corrida de uma milha, no Madison Square Garden.

Seu nome: Glenn Cunningham.

Camocim realiza campanha de Doação de Sangue pela segunda vez!


IMG_7076
Após o sucesso da primeira campanha na cidade que aconteceu no mês de Julho e colheu 109 bolsas de sangue a Prefeitura Municipal em parceria com o IHENE (Instituto de Hematologia do Nordeste) realizam pela segunda vez nos dias 18 e 19 de dezembromais uma ação para mobilizar a população a doar sangue.
Uma iniciativa muito importante que ajuda a manter os bancos de sangue abastecidos e acima de tudo salvar vidas daqueles necessitam.
A ação acontecerá na Praça São Félix ao lado da Igreja Matriz das 08:00 às 17:00 horas, participe!
Cartaz da segunda ação:
3

Natal de Canto e Luz - Comércio de Gravatá está no clima natalino





Além da bela e elogiada decoração natalina preparada pela Prefeitura, a cidade de Gravatá vive um clima diferenciado onde lojistas e comerciantes fazem questão de compor a ornamentação deixando suas lojas iluminadas e no mais perfeito ambiente de Natal. Cafés, chocolaterias, livrarias e lojas de departamento se tornaram cenários de encontros familiares e registros fotográficos. E o encantamento do Natal não se resume apenas aos enfeites, os cardápios também são preparados especialmente para a época.

Isa Rabelo é proprietária de uma chocolateria e levou duas semanas para deixar a loja pronta com requintes que remetem à charmosa Gramado. Segundo ela, a decoração é fundamental, "Há quatro anos decoramos nossa loja para o Natal, e é incrível como os clientes gostam. A época já deixa por si só as pessoas mais sensíveis e quando elas se vêem num ambiente assim se emocionam. Nossa decoração permanece durante todo o mês de janeiro e reafirmo que todos os lojistas deveriam se empenhar, pois a clientela agradece", ressalta. 

O casal Josélia e Charles são proprietários de uma cafeteria e a cada ano inovam na ornamentação fazendo do local um ponto turístico. Os cuidados estão tanto na parte interna quanto externa e o espírito que motiva a iniciativa é um só, "Festejar a época, receber melhor as pessoas e celebrar uma data tão especial. O entusiasmo dos clientes é perceptível, recebemos elogios e vemos que todos gostam, param para tirar fotos e isso nos deixa muito felizes. Outro fator importante é que a Prefeitura não se acomodou e preparou além do espetáculo do Studio Festi, uma programação que contempla toda a cidade", avalia Charles. Ambos os pontos comerciais registram aumento no movimento sendo necessária a contratação de funcionários extras, "Sempre contrato nesse período mais 3 pessoas para compor o quadro de funcionários da loja, pois o movimento é grande e para atender a demanda é fundamental", enfatiza Isa. 





PREFEITO VISITA UTC (UNIDADE DE TRIAGEM E COMPOSTAGEM) COM CONSELHEIROS DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO



Neste dia (10), o Prefeito, Fernando Pergentino, a Presidente do Tribunal de Contas do Estado Dra. Tereza Duere, o Presidente eleito para o mandato 2014/2015, Dr. Valdecir Pascoal e demais conselheiros visitaram a UTC acompanhados dos Secretários municipais José Wendes (Administração e Planejamento), Maria Etiene (Governo), José Andrade Neves (Infraestrutura) e representantes da Unidade de Triagem e Compostagem.
A iniciativa da visita faz parte de ações do Tribunal de Contas sobre os resíduos sólidos e desenvolvimento sustentável. Vale lembrar que a meta do Governo Federal é de que o Brasil acabe com todos os Lixões até 2014.
“O tratamento destinado aos resíduos sólidos pelo município de Sairé e exemplo para os demais municípios de pequeno porte do Brasil”, enfatizou a conselheira Tereza Duere.
Fonte: Assessoria de Imprensa
Fotos: Adelço Oliveira

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Ônibus da Ouvidoria da Secretaria de Defesa Social em Sairé




Desde ontem (04) o município de Sairé está recebendo o ônibus da Ouvidoria Itinerante da Defesa Social. O veículo em questão conta com todo o equipamento tecnológico e estrutura necessária, além de servidores qualificados, com o objetivo de garantir à população local um atendimento adequado e satisfatório.

Constituem objeto de atuação da ouvidoria: reclamação ou elogio em razão do desempenho funcional dos diversos órgãos da Secretária de Defesa Social, esclarecimentos e outros. Todos, no entanto, efetivamente correlacionados ao desempenho das atividades de segurança pública de nosso estado.

A visita tem como fim precípuo estratificar a situação da segurança pública de cada cidade visitada.

A atual Política de Segurança Pública do Estado, denominada PACTO PELA VIDA, tem como principio basilar a integração, não só das Unidades Operativas de nossa Secretária, mas também do Poder Judiciário, Ministério Público e Poderes Executivo e Legislativo Municipais. Todos na busca de uma melhor Segurança.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Dilma se empenha para evitar um fiasco em 2014


dilma rousseff 20130605 68 size 598 ANÁLISE Dilma se empenha para evitar um fiasco em 2014

A Copa do Mundo, que o Brasil vai sediar em junho e julho, pode acabar revelando a bilhões de telespectadores a má qualidade do planejamento do governo e os gargalos no transporte que há muitos anos frustram os investidores.

A economia, já cambaleante, provavelmente vai desacelerar ainda mais. Um rebaixamento da classificação de crédito do Brasil parece possível, e até provável. A Copa do Mundo, que o Brasil vai sediar em junho e julho, pode acabar revelando a bilhões de telespectadores a má qualidade do planejamento do governo e os gargalos no transporte que há muitos anos frustram os investidores.
Para agravar ainda mais a situação, a presidente Dilma Rousseff disputará a reeleição em outubro –ou seja, se alguma dessas coisas derem terrivelmente errado, ela poderá perder o cargo.
Dilma está dedicando as últimas semanas de 2013 à tentativa de restaurar entre os líderes empresariais a destroçada credibilidade de seu governo e a manter os gastos orçamentários sob controle, e assim garantir que o ano que vem não se transforme no seu pior –ou último– no cargo.
Nenhuma das medidas corresponde a uma mudança fundamental na política. Uma dúzia de autoridades do alto escalão entrevistadas pela Reuters na semana passada descreveram um governo que está preocupado com a deterioração da reputação do Brasil nos mercados financeiros, mas consideram que o pessimismo é exagerado e, portanto, não estão convencidas da necessidade de uma grande reformulação.
Em vez disso, Dilma está se concentrando mais em “pôr a casa em ordem”, nas palavras de uma autoridade, antes de a campanha eleitoral de 2014 começar para valer e o Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, passar a frear seu estímulo monetário, uma iniciativa que provavelmente vai provocar instabilidade em mercados emergentes, como o Brasil.
Nos últimos dias, a presidente: fechou um acordo para impedir que o Congresso aprove leis que impliquem em gastos; reverteu uma decisão que iria permitir a cidades e Estados gastar mais; e supervisionou pessoalmente um leilão de aeroportos para o setor privado, que ela espera vá ajudar a evitar o caos nas viagens durante a Copa do Mundo.
O retoque também se estendeu à própria Dilma: depois de visivelmente ganhar peso em seus quase três anos no cargo, a avó de 65 anos agora está de dieta.
Ela também usou o Twitter pela primeira vez desde que está na Presidência. Isso é parte de uma investida mais ampla na mídia social visando não só a eleição, mas dar a Dilma uma linha direta com os brasileiros, para o caso de se repetirem os massivos protestos de rua que abalaram o país em junho.
PONTUAL COMO NA IGREJA
Muitos investidores vêm debochando das recentes atitudes dela, dizendo que equivalem a uma nova embalagem superficial de um governo que interferiu demais na economia e destruiu boa parte da credibilidade que o Brasil acumulou na última década, quando era um dos mercados emergentes de crescimento mais rápido no mundo.
Mas as autoridades apontam para sua taxa de aprovação, em ascensão, um índice de desemprego que permanece próximo do recorde de baixa –e a abordagem de Dilma de colocar a mão na massa– como sinais de que o ano que vem não será tão ruim como alguns pensam.
“Ela está fazendo a gente trabalhar, isso é verdade”, disse o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, que está ajudando a supervisionar os preparativos para a Copa do Mundo, incluindo novos estádios e reformas de aeroportos. “A mensagem é clara: 2014 é quando teremos de entregar resultados.”
Diante da pergunta sobre se está preocupado com uma pane na logística na Copa do Mundo, para a qual se prevê 300 mil visitantes de todo o mundo, Aldo comparou a situação com a tentativa de organizar um casamento –no qual, inevitavelmente, disse ele, há algum tipo de percalço.
“Em todos em que já estive a noiva sempre aparece atrasada”, disse Rebelo. “E mesmo assim o casamento seguiu adiante de todo o jeito, todas as vezes.”
“Acho que vamos estar bem”, acrescentou.
Essa confiança é típica de Brasília nos últimos anos, alarmando alguns investidores que temem que o governo ainda esteja celebrando as conquistas da década passada e não encarando a sério os problemas atuais.
A economia do Brasil cresceu tórridos 7,5 por cento em 2010, ano em que Dilma foi eleita, mas desacelerou fortemente depois que ela assumiu o cargo. Economistas preveem crescimento de 2,5 por cento este ano e 2,1 por cento em 2014.
Mesmo quando se considera a situação fiscal –talvez o flanco mais vulnerável para o qual se encaminha o Brasil no ano que vem–, o tom de algumas autoridades permanece desafiador.
O governo não tem cumprido sua meta fiscal para este ano, com um superávit orçamentário primário de 1,58 por cento do Produto Interno Bruto nos 12 meses até setembro, o que faz com que sua meta de 2,3 por cento para todo o ano de 2013 seja muito difícil de alcançar.
Um destacado analista da Standard and Poor’s disse no mês passado à Reuters que o governo precisa mostrar maior rigor fiscal para evitar o risco de rebaixamento da nota da dívida, o que colocaria o Brasil no nível mais baixo de classificação de grau de investimento. Em junho, a S&P reduziu sua perspectiva de crédito para o Brasil, o que significa que pode cortar a nota brasileira nos próximos dois anos.
Um rebaixamento faria o governo e as corporações, por sua vez, tomarem dinheiro emprestado a um custo mais elevado, e afetaria ainda mais o crescimento econômico.
Ao ser perguntada sobre essa ameaça iminente, a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, exibiu uma planilha mostrando que os gastos do Brasil em áreas-chave, como salários dos funcionários públicos, na realidade caíram em termos de participação no PIB ao longo da última década.
brasil 6 economia 84 idh 281211 myrria humor politico ANÁLISE Dilma se empenha para evitar um fiasco em 2014
(Charge:Morais)Pelos padrões mundiais, as finanças do Brasil ainda estão boas, disse ela. “O mercado financeiro talvez esteja querendo uma resposta muito maior do Brasil do que de outros países”, disse ela, com uma pitada de frustração.

AVANÇO EM VÁRIAS FRENTES
Há, na realidade, algum motivo para confiança.
O governo, pelo menos até o momento, neutralizou três problemas que pareciam muito ameaçadores cinco meses atrás: inflação, taxa de câmbio e uma fervente agitação popular.
A inflação caiu de 6,7 por cento nos 12 meses até junho para um índice mais administrável, de 5,84 por cento, no acumulado até outubro. Investidores creditam o fato À abordagem mais dura que a esperada do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, que iniciou um ciclo de alta nas taxas de juros iniciado em abril, embora a queda inesperada, de uma vez só, nas tarifas de transporte público em cidades brasileiras também tenha desempenhado papel importante.
O real se estabilizou em torno de 2,30 por dólar, desafiando prognósticos feitos meses antes de que se enfraqueceria até 2,80 ou mais.
A popularidade de Dilma, que afundou durante os protestos, se recuperou quase totalmente. Cerca de 75 por cento dos brasileiros descrevem o seu governo como “ótimo”, “bom” ou “regular”.
Embora continue havendo manifestações em cidades como o Rio de janeiro, elas normalmente envolvem apenas algumas centenas de pessoas –nada parecido com o milhão que foi para as ruas em apenas uma noite de junho.
Uma pesquisa divulgada esta semana mostrou que Dilma se encaminha para a reeleição, com margem de 30 pontos porcentuais acima do rival mais próximo.
Apesar de sua reputação, em muitos segmentos, de ser uma esquerdista da velha escola, Dilma, uma tecnocrata de carreira, promoveu muitas reformas amigáveis ao setor privado, como as concessões de aeroportos, e ela realizou uma nova rodada de negociações com líderes empresariais brasileiros.
“Ela não é uma pessoa que vá deixar a ideologia interferir”, disse o ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco. “Ela está determinada a fazer o que for necessário para tornar 2014 um sucesso.
Fonte: Sergipe Hoje

Com críticas ao mensalão, hackers invadem site do PT de Pernambuco


Mensagem deixada pelo grupo ironiza prisão de condenados petistas - Reprodução


Internautas invadiram o site do PT de Pernambuco na madrugada desta terça-feira, 26. Na página principal, o grupo deixou críticas ao mensalão e elogios ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa.


A autoria da ação é atribuída ao DK Brazil HackTeam, que ironiza a condenação do ex-ministro José Dirceu e do ex-presidente da sigla José Genoino. "Hoje estamos 'evoluindo', saindo de uma transgressão péssima para uma menos pior. Graças a vocês cidadãos e ao Joaquin Barbosa que nos representa bem, no STF", diz o texto.
Os hackers ainda colocaram charges sobre o julgamento e deixaram uma provocação ao ex-presidente Luiz Inácio da Lula. "Meu caro Lula, se safou ein? Mas breve você também roda." No final da mensagem, o grupo pede mais saúde, educação, oportunidades e justiça.
Durante toda a manhã, ainda era possível ler o texto na página oficial do diretório petista. Por volta do meio-dia o site foi retirado do ar. A assessoria de imprensa informou que a equipe técnica responsável já havia sido acionada para resolver o problema, mas não comentou o teor da mensagem deixada pelo grupo.

Fonte: Estadão

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

EFICIENTES FÍSICOS



Em 2004, após as olimpíadas em Atenas, aconteceram as para-olimpíadas, que reuniu 136 países. As 55 mil pessoas que lotavam o estádio puderam se emocionar com a garra desses atletas muito especiais.

O Brasil foi representado por 98 atletas. No desfile, caco, o nadador brasileiro, que teve paralisia infantil, entrou sentado na cadeira de rodas com a bandeira brasileira na mão e um sorriso no rosto.

Outro atleta, mesmo com uma perna mecânica, entrou sambando.

A recordista mundial de arremesso de peso, Rosinha, que teve uma perna amputada aos 14 anos após ser atropelada por um caminhão, desfilou feliz.

Segundo ela, a alegria estava em poder estar ali, representando o seu país, como uma atleta campeã.

O judoca Antônio Tenório esteve lá para tentar a sua terceira medalha de ouro. Aos 13 anos, numa brincadeira com estilingue, um de seus olhos foi atingido por uma mamona. Perdeu a vista.

Aos 19 anos ficou completamente cego, após deslocamento de retina do outro olho.

E lá estavam também países pobres. Como Ruanda, cujos atletas, ao invés de bengalas, entraram utilizando pedaços de madeira.

Uganda foi representada por apenas cinco integrantes. Um deles era uma mulher com dificuldade de locomoção.

Ela foi, literalmente, empurrada pelo estádio inteiro, que celebrou cada passo dessa atleta, que já começou os jogos sendo uma vencedora.

Também estiveram lá países como Iraque e Afeganistão. Nada de guerra. A paz reinava no coração daquela gente.

Os atletas para-olímpicos trouxeram muitas medalhas para o Brasil. Cada vez que a bandeira brasileira era içada e o hino nacional executado era a demonstração de que tudo é possível àquele que crê.

Os deficientes físicos nos ensinam o verdadeiro valor que tem a força de vontade.

Eles restauram a sua saúde ao afirmarem que nada vai lhes impedir de ver o mundo, mesmo sendo cegos.

Eles podem ver a vida de outras formas. Podem contar com alguém que será seus olhos.

E os deficientes auditivos podem ouvir o som da vida na canção do amor ao próximo que os trata com carinho. Os deficientes não estão presos a cadeiras de rodas. Estão livres para sonhar que cada dia é uma dádiva, que cada dia vão conquistar algo novo.

Eles nunca desistem, porque têm sempre algo novo para ser conquistado, para melhorar e aperfeiçoar em si.

Enfim, eles nos mostram que podem ser mais lentos, mas já chegaram na nossa frente, porque estão vencendo a si próprios.

A montanha deles é mais alta do que a nossa. A conquista deles pode demorar um pouco mais, mas será a maior das conquistas.

Você sabia? Você sabia que o Brasil tem 26 milhões de pessoas portadoras de algum tipo de deficiência? E que, a cada ano, surgem 10 mil novos deficientes? São pessoas que se envolveram em acidentes de carro ou arma de fogo, principalmente. Cada deficiente físico pode ser considerado como uma rocha onde as ondas das dificuldades se chocam e são transformadas em combustível. Tudo em busca de um objetivo maior, que é se superar a cada dia de suas vidas. Aprendamos com eles.
Com base nos artigos Eficientes físicos, de Joil Menezes Guimarães e minha primeira Para-olimpíada, de Reinaldo Gottino, inseridas na revista Kardebraile.

Contribuição: Sergio Vieira
Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial

Número Total de Visitas

Siga por E-mail

Translate

As Mais Vistas da Semana

Sintraf - Sairé

Arquivo do blog

Todos os Direitos Reservados à Washington Carvalho e Grupo UEEPAA de Comunicação. Tecnologia do Blogger.
uery.min.js' type='text/javascript'/>