sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Em audiência pública o Prefeito Fernando Pergentino revela a situação em que encontrou o Município de Sairé


Fernando Pergentino em Sairé
Na última quarta-feira (06) o Prefeito do Município de Sairé, Fernando Pergentino, realizou uma audiência pública na Praça São Miguel em frente à prefeitura. Na oportunidade Fernando divulgou a catastrófica situação financeira e de desmandos com o patrimônio público do município, que a antiga administração entregou ao grupo de Fernando Pergentino.
Na noite os saireenses compreenderam que devem ter calma, pois não se pode mudar tudo de errado da antiga administração em menos de dois meses de governo.
Entenda o caso:
A comissão financeira da prefeitura avaliou a real situação das finanças do município e chegou, até o momento, a seguinte realidade:
Débitos:
Aproximadamente R$20.000.000,00 (vinte milhões de reais) ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).
R$ 54.000,00 (Cinquenta e quatro mil reais) COMPESA, dos quais, R$ 12.000,00 (doze mil reais) referentes à Unidade Mista Olília Mendonça Solto Maior e R$ 9.000,00 (nove mil reais) referentes ao cemitério.
R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) CELPE.
R$ 2.400,00 (dois mil e quatrocentos reais) Telemar.
R$ 15.600,00 (quinze mil e seiscentos reais) Cooperativa dos Catadores Profissionais de Sairé.
Descontos no FPM (Fundo de Participação dos Municípios):
R$ 102.000,00 (cento e dois mil reais) pagos mensalmente provenientes de débitos junto a Receita Federal do Brasil. Esta parcela foi negociada na última semana da administração anterior, mais precisamente no dia 28/12/2012. Com esse valor o prefeito Fernando Pergentino poderia pagar salário mínimo a cento e cinquenta novos servidores do município.
R$ 23.500,00 (vinte e três mil e quinhentos reais) pagos mensalmente através de carnê de um parcelamento junto ao INSS.
Patrimônio público: O Prefeito Fernando Pergentino herdou da administração passada, imóveis, veículos e demais patrimônios em estado degradante.
No hospital encontramos macas enferrujadas, colchões rasgados, lençóis em falta, carros sem motor. Nas escolas, cadeiras e birôs quebrados, portas arrombadas e geladeira com alimentos podres.
No matadouro público notou-se que a antiga administração não respeitava o meio ambiente. Encontramos no local carcaça de animais jogada ao ar livre, um mau cheiro forte. Sangue e vísceras expostas a céu aberto. Encontramos também o equipamento de trabalho dos funcionários armazenados de forma inadequada.
Mas vale lembrar que com o apoio do povo de Sairé, mudaremos essa realidade e construiremos em nossa cidade uma nova história.
Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura / Fotos: Júlio Pontes
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei.

Número Total de Visitas

Siga por E-mail

Translate

As Mais Vistas da Semana

Sintraf - Sairé

Arquivo do blog

Todos os Direitos Reservados à Washington Carvalho e Grupo UEEPAA de Comunicação. Tecnologia do Blogger.
uery.min.js' type='text/javascript'/>